No passado dia 14 de novembro, os alunos do Colégio Novo da Maia realizaram uma visita de estudo ao Museu Municipal Amadeo Souza-Cardoso. Curiosamente no mesmo dia, um em 1887 e outro em 1885, nasciam Amadeo e Sonia Delaunay, respetivamente. Uma coincidência interessante, na medida que ambos vieram a conviver mais tarde.

Esta atividade foi realizada no âmbito das disciplinas de História, Educação Visual do 9.º ano, História da Cultura e das Artes do 11.º ano, assim como da Oficina das Artes, integrada no Plano Cultural de Escola (PCE). Esta visita teve como objetivos sensibilizar os discentes para a valorização e preservação do património artístico; motivar para a aprendizagem de temas relacionados com a História da Arte, nomeadamente as vanguardas artísticas do início do século XX.

Os alunos fizeram-se acompanhar dos professores e do artista residente (AR), André Silva, à exposição permanente da obra do Amadeo Souza-Cardoso e à exposição temporária – “Abstração. Arte Partilhada Coleção Millennium bcp”. Esta última é composta por 36 obras de 18 autores nacionais e internacionais, como Maria Helena Vieira da Silva, Arpad Szenes, Paula Rego, Menez, Mário Cesariny, Júlio Pomar, Ângelo de Sousa, Jorge Pinheiro, Manuel D’Assumpção, Nikias Skapinakis, Nadir Afonso, António Palolo, Eduardo Nery, Eduardo Batarda, Teresa Magalhães, Pedro Casqueiro, Fernando Aguiar e Artur Rosa. Artistas que se debruçaram sobre o abstraccionismo que foi, no século XX, um dos mais poderosos movimentos de afirmação da arte contemporânea.

O resultado que podemos ver nestas imagens, e que esperamos concretizar brevemente numa exposição aberta a toda a comunidade, desafia os alunos a viajar através do imaginário visual de Amadeo Souza-Cardoso e de alguns dos seus contemporâneos, com o objetivo de conhecer melhor a ruptura e a inovação nas artes no início do século XX.

Galeria de Fotos