Os alunos do 10.º ano dos cursos Científico Humanístico de Artes Visuais e Científico Humanístico de Ciências e Tecnologias visitaram Roma, Pompeia e Nápoles, entre os dias 1 a 5 de abril, no âmbito das disciplinas de Biologia e Geologia, Geometria Descritiva A, História e Cultura das Artes e Desenho A.

Numa visita interdisciplinar, foram visitados diferentes locais com riqueza histórica e artística que dependiam da exploração dos recursos naturais da época, tanto em termos construtivos como em termos artísticos. Assim, foi possível observar que os mármores do Egito e da Grécia eram utilizados para a ornamentação, o travertino italiano na edificação de diversos monumentos romanos, e o mármore de Carrara utilizado pelos grandes escultores italianos do Renascimento para criar suas estátuas. Entre as esculturas mais famosas de Michelangelo, feitas com este material, encontra-se a Pietà na Basílica de S. Pedro, Vaticano.

Foi, também, explorado o parque arqueológico de Pompeia que regista marcas de uma cidade destruída pela violenta erupção do vulcão Vesúvio em 79 d.C.. Através das escavações realizadas no século XIX, foi possível conhecer as extensas ruínas de Pompeia e a forma como os seus habitantes viviam. Hoje, é possível percorrer diversas construções que evidenciam o quotidiano da época, entre os quais se destacam alguns templos, a basílica, o fórum e as termas, além de algumas casas luxuosas decoradas com frescos e mosaicos.

Foi, ainda, possível observar o cone vulcânico resultante da última erupção de 1944. 

Em Roma, foi realizada uma visita ao MUST – Museo Universitario di Scienze della Terra que permitiu consolidar e enriquecer os conhecimentos dos nossos alunos em diferentes áreas da Geologia, como a Paleontologia, a Mineralogia e a Astrogeologia. 

Para além do contexto científico e cultural, estes dias proporcionaram um convívio social entre os alunos de diferentes turmas, assim como o contacto com a gastronomia, os costumes e a língua italiana.

Galeria de Fotos