No passado dia 16 de abril, o Jardim da Horta do Colégio Novo da Maia foi invadida por seres estranhos.

Este espaço de recreio e lazer, composto por um amplo relvado multiusos com cerca de 1.500m2, e uma área com cerca de 150 m2 destinado a uma horta plantada, pelos alunos, bem como uma zona ajardinada que, no seu conjunto, tornou este espaço muito mais atraente e apelativo.

A horta é um espaço de partilha, de experiência e aprendizagem que visa despertar nos mais pequenos o gosto pela plantação e consumo de hortícolas e frutas. Posto isto, podemo-nos perguntar que seres podem habitar nesta horta? Que animais seriam adotados pelos alunos?

O Artista Residente (AR), André Silva, deu seguimento à sua proposta do Plano Cultural de Escola (PCE), inserido no Projeto Artístico do CNM, ao longo do segundo período, em colaboração com a Professora Joana da Conceição, na disciplina de Educação Tecnológica, com base nos conteúdos da unidade de trabalho: estrutura [forma, função e resistência] / movimento, os alunos realizaram um projeto de intervenção artística num espaço exterior através da idealização / criação / construção de uma estrutura móvel ou fixa – um habitante do jardim da Horta do CNM.

Através da imaginação e com recurso a materiais recicláveis ou reutilizáveis, os alunos construíram um grande número de criaturas mágicas, maravilhosas, assustadoras, grandiosas e complexas que agora habitam nos mais variados recantos da horta.

A inauguração da exposição contou com a presença da Drª. Marina Pinto e do Professor Daniel Pereira, que seguiram o percurso da mostra e ouviram atentamente a explicação de cada um dos representantes das turmas envolvidas no projeto artístico.

O resultado dos trabalhos são os que podemos observar nas fotos.