No passado dia 17 de junho o Artista Residente (AR), André Silva, deu seguimento à sua proposta do Plano Cultural de Escola (PCE), inserido no Projeto Artístico CNM realizando um workshop para o pré-escolar a partir do episódio piloto da animação “Dodu, o rapaz de cartão”, de José Miguel Ribeiro. O autor já tinha utilizado a técnica de “stop motion” no filme “A suspeita”, mas neste filme é a primeira vez que a utiliza com papel reciclado.

“Dodu, o rapaz de cartão” integra uma série de animação, com cerca de 50 episódios, com argumento de Alexandre Honrado e Virgílio de Almeida.

Este workshop desenvolveu-se em dois momentos: no primeiro, os participantes visualizaram a animação em que o protagonista é um menino de papelão, que passa muitas horas numa caixa de cartão a criar mundos imaginários que o ajudam a crescer e lidar com as emoções; no segundo, foi pediu-se aos participantes que desenhassem uma personagem que hipoteticamente pudesse brincar com o Dodu. Numa superfície de cartão canelado ou em cartolina, os participantes desenharam com materiais riscadores, como lápis de grafite, lápis de cera e marcadores, recortando de seguida as suas personagens.

O resultado dos trabalhos são os que podemos observar nas fotos.