Percurso Queirosiano – Português

No passado dia 01 de março, os alunos de 11.º Ano realizaram um percurso pedestre, tendo por base o estudo da obra queirosiana: “Os Maias”. Assim, os nossos alunos contactaram com os ambientes da vida romântica lisboeta do século XIX, imaginaram e percorreram os lugares descritos pelos protagonistas da obra, conheceram e reconheceram o papel preponderante dos espaços de tantos momentos cruciais da narrativa que leram. Este percurso teve início no Cais do Sodré, o “antigo Aterro”, e terminou no Rossio. Foi um importante momento de partilha de saberes ao longo das movimentadas ruas de Lisboa.


Visita à Nova School of Business & Economics – 11.ºB – Economia

Após a realização do roteiro queirosiano e aproveitando a nossa estadia em Lisboa, os alunos do 11º ano das ciências socioeconómicas realizaram uma visita durante a tarde à Nova School of Business & Economics (NOVA SBE) da Universidade Nova de Lisboa. Foram apresentadas as licenciaturas de Gestão e Economia e, ainda, efetuada uma visita inspiradora ao novo campus em Carcavelos deste estabelecimento de ensino. Salienta-se, também, a presença e colaboração do nosso ex-aluno e agora aluno desta instituição e, embaixador do CNM na NOVA SBE, João Quelhas, que recebeu com grande entusiasmo o nosso grupo.

De facto, este campus espelha uma nova forma de ver o mundo, feito para criar e propiciar interação e estabelecendo o equilíbrio perfeito entre os objetivos académicos, as novas aspirações de negócio e estilo de vida. Um espaço que impulsiona novas abordagens de ensino (focadas na interação entre os alunos) e o ensino colaborativo, afastando-se de lógicas antiquadas, focando o networking, conhecendo e aprendendo com outros alunos, professores e as empresas. Agradecemos toda a hospitalidade da NOVA SBE.

It´s time to create the future! The Future is here…NOVA SBE.


Pavilhão do Conhecimento – Física e Química A

No dia 1 de março, durante a tarde, os alunos do Curso de Ciências e Tecnologias do 11.º ano do Colégio Novo da Maia visitaram o Pavilhão do Conhecimento. Esta visita proporcionou o acesso a duas exposições que permitiu aos alunos testar e aperfeiçoar os conhecimentos teóricos de Física e de Química, de forma lúdica, atrativa e apelativa, fomentando o gosto e o entusiasmo pela disciplina.

Consideramos a visita um sucesso, uma vez que permitiu desenvolver o gosto pelo conhecimento, além de detetar vocações científicas, assim como apelar à qualidade do raciocínio, à criatividade e à imaginação.