Aprender com Criatividade e Talento

O Colégio Novo da Maia aposta num modelo flexível para o 1.º ciclo do ensino básico assente em “equipas multidisciplinares”, lideradas por professores “especialmente vocacionados”, orientados para o conhecimento disciplinar, sendo que cada turma continua a contemplar a figura do professor titular de turma. Ora, no 1.º ciclo do ensino básico é preconizado um modelo de organização escolar alternativo que aposta verdadeiramente na igualdade de oportunidades de acesso, de sucesso e de usufruto dos bens educacionais que assenta nos seguintes princípios pedagógicos:

  1. Princípio da complexidade;
  2. Princípio da procura constante;
  3. Princípio da problematização;
  4. Princípio da confiança;
  5. Princípio da aprendizagem exigente;
  6. Princípio da diversidade.

A matriz curricular do 1.º Ciclo do Ensino Básico

A matriz curricular do 1.º Ciclo do Ensino Básico contempla áreas curriculares disciplinares, áreas curriculares não disciplinares e áreas de enriquecimento curricular.

Organização Curricular:

  • Português;
  • Matemática;
  • Estudo do Meio – CLIL.
  • Expressões Artísticas e Físico-Motoras – coadjuvadas por docentes especialistas:
    • Artes Visuais;
    • Expressão Dramática/Teatro
    • Música;
    • Educação Física.
  • Apoio ao Estudo – Em articulação com os docentes do 5.º ano de Português e de Matemática.

Oferta Complementar:

  • Projeto A+:
    • Projetos Interdisciplinares:
    • CRI@RTE – PT+ e MAT+
    • Filosofia/Cidadania e Desenvolvimento
  • Inglês (Certificação – Exames de Cambridge)

CRI@RTE – PT+ e MAT+

Na CRI@RTE Classroom pretende-se ir ao encontro de uma modalidade não segmentada, mas potenciadora da interligação de conhecimentos, nas disciplinas de Português e de Matemática, contemplando no horário um tempo semanal de 55 minutos de componente letiva. Este trabalho deverá ser devidamente planificado pelos docentes envolvidos e apresentado na planificação da respetiva disciplina. No entanto, não existirá uma autonomização da avaliação decorrente deste procedimento. O professor realiza uma monitorização regular e sistemática dos alunos, registando-a numa grelha de observação com vista à formalização da avaliação no final de cada período letivo na disciplina de Português e na disciplina de Matemática.

Será oferecida uma panóplia de estratégias, entre as quais, o aluno poderá encontrar as suas formas preferidas de aprendizagem nestas áreas curriculares. Deste leque de oportunidades poder-se-á alcançar, mais facilmente, o interesse dos alunos no seu percurso de desenvolvimento.

Com o objetivo de tornar possível estas metodologias, procuraremos utilizar recursos didáticos estruturados e não estruturados, preferencialmente construídos pelos alunos, por forma a provocar nos mesmos uma forte motivação, onde os alunos são agrupados em diferentes espaços e aprofundam competências nestas áreas de saber. Deve ver-se neste espaço uma oportunidade para trabalhar competências por níveis. Para além do referido, a título de exemplo, deve privilegiar-se a realização de pequenos trabalhos de projeto, a resolução de problemas por níveis, a análise de obras literárias com recurso a novas metodologias, a utilização de ferramentas web como suporte para a abordagem dos conteúdos programáticos, as questões relativas à oralidade, quer em português, quer em matemática, a resolução criativa de problemas (jogos, gamificação, …).


No 1.º CEB é possível os alunos frequentarem outras atividades:

  • Desporto Escolar;
  • Sala de Estudo.

Clubes

  • Clube da Meditação
  • Clube de Dramática

Visitar Página dos Clubes

Projetos Específicos do 1.º CEB

  • PASSE
  • Conta-nos uma História
  • Leitores Sortudos

Visitar Página dos Projetos


A organização pedagógica e curricular do 1.º Ciclo do Ensino Básico, onde o processo de ensino é pensado e implementado com vista às aprendizagens efetivas de cada aluno, é equacionada a partir da centralidade do processo de aprendizagem de todos e, ao mesmo tempo, de cada um, permitindo fazer crescer os alunos na autonomia, na liberdade, na responsabilidade, no respeito e na compaixão, tendo em conta as diferentes inteligências de cada um.